quarta-feira, 15 de abril de 2009

Sobre como os empregados de pastelaria e os comentadores desportivos não páram de me surpreender


1.
Nas Portas de Santo Antão, ao Rossio, o empregado com cabelo de piaçaba moderno, resplandecendo a dureza do gel, espera o meu pedido. Nas suas costas sandes de panado e de filetes. Bolas de berlim ressacadas. Mil folhas com anemia. E as bebidas expostas são para consumo da casa.

Eu: Queria uma sandes de carne assada. Para levar, por favor.

Ele: Para levar embrulhada ou na barriga?

2.
Narrador do F.C Porto v Manchester United, entre o registo Tv Turbo e Fashion TV:

"Se há o vermelho Ferrari também há o azul Futebol Clube do Porto".

4 comentários:

luciana teixeira disse...

hahahaha, jesus!

roserouge disse...

E quando a gente diz: "eu queria um café, por favor" e eles: "queria, porquê? Já não quer?" Ah, poupem-me!

fada*do*lar disse...

Num país em todos se auto-proclamam poetas, aqui tens 2 exemplos incontornáveis! Não?

Diaboderoupacurta disse...

LOL Há com cada um! ahah

Ainda outro dia fui a um café e disse: "Queria um sumo de laranja" e o empregado pergunta: "Qual o sabor?"

Tipo..oi?