quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

El comandante revolucionário Juan Jardin


Diz Alberto João Jardim que, caso a república portuguesa não trate com respeito a Madeira, terá de lidar com as consequências. Ele demite-se? Invade o Colombo vestido de Pai Natal? Diz que quer que o continente se foda? Dirigentes de futebol, treinadores, políticos, autarcas, presidentes de governos regionais - todos falam com mistério, como se detivessem segredos, informações essenciais para endireitar a nação e mandar pulhas para a cadeia. Trata-se de gente de meias palavras, protagonistas do 'agarrem-me que eu vou-me a ele' e do 'se eu falassse, ai se eu falasse...'. Como dizia uma amiga, embora sobre o processo de sedução entre sexos opostos: 'Normalmente, os que parecem misteriosos são apenas estúpidos.'

2 comentários:

Clara disse...

Agradeço a inspiração para os meus posts ;)

Joao Tordo disse...

bem dixit.